Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Three Billboards Outside Ebbing, Missouri | Opinião

Tendo ganho muito recentemente o Globo de Ouro de melhor filme dramático, "Three Billboards Outside Ebbing, Missouri" (Três Cartazes à Beira da Estrada, em português), é muito fácil para mim perceber o porquê deste filme ter vencido depois de o ter assistido. E que grande filme!

É um drama, mas com a sua vertente divertida, que faz com que o coração se envolva a cada minuto pelo enredo - que é sobre uma mulher (Mildred Haynes) que procura obter justiça pela violação e assassinato da sua filha. A protagonista aluga durante um ano três outdoors, para colocar três cartazes com mensagens que acusam o xerife da cidade de não encontrar o assassino da sua filha. Ao longo do filme acontecem uma série de coisas que fazem com que os habitantes e os polícias de Ebbing, Missouri se virem conta a protagonista. E já agora "Ebbing" não existe, eu sei isto, porque eu pesquisei no Google Maps e se o Google diz que alguma coisa não existe é porque não existe ok?

 

Como não estou a conseguir meter aqui no post o vídeo com trailer, aqui fica ele.

 

Sem querer dar spoilers a quem não viu o filme, posso dizer que é extremamente imprevisível. A certo ponto começamos a pensar que as coisas estão no rumo certo, mas no minuto a seguir tudo muda. E à medida em que o filme se vai desenvolvendo a pressão a que os personagens estão sujeitos é tão grande, que dá lugar a uma raiva insuportável e fica impossível lidar com tanta tragédia e sofrimento. O filme passa por uma montanha-russa de emoções. Num segundo estamos a rir às gargalhadas com um diálogo hilariante entre as personagens, e no outro segundo é como se tivéssemos levado um murro no estômago. São poucos os filmes que conseguem equilibrar o humor com a tragédia, mas o diretor e escritor Martin McDonagh soube fazê-lo muito bem. 

A protagonista Frances McDormand (que atua como Mildred Haynes) fez um brilharete e espero mesmo que lhe seja dado um Óscar. Interpretou cada aspeto de humor negro, cada fala de cinismo e sarcasmo com uma performance incrível. E, acima de tudo, conseguiu mostrar que nunca ninguém vai entender a dor pela qual ela passou - a dor de perder um filho da forma que perdeu. 

Também gostei muito da prestação do Sam Rockwell que interpreta o polícia Dixon, que é uma pessoa pouco paciente, muito nervosa e um tanto impossível ao longo de todo o filme. No entanto, na parte final vemos um Dixon mais calmo, mais maduro e preocupado não só consigo mesmo, mas com os outros.

O meu querido Woody Harrelson, que interpreta muito bem o chefe da polícia da cidade (personagem Bill Willoughby) também merece o meu destaque.

 

A frase que não me sai da cabeça: "This didn't put an end to shit, you fucking retard; this is just the fucking start. Why don't you put that on your Good Morning Missouri fucking wake up brodcast, bitch?" Mildred para a jornalista.

 

Three Billboard Outside Ebbing, Missouri é, para mim, um dos melhores filmes do ano. Com um final que não nos dá todas as respostas, mas consegue dar as suficientes para aprender alguma coisa. Por isso é que gostei tanto!

Confesso que ainda não vi nem metade dos filmes promissores deste ano, ainda me falta "The Shape of Water", "The Disaster Artist" e "The Greatest Showman", mas este é o meu favorito até agora e acho que vai ser difícil superar. E por isso, espero que os Óscares premeiem esta obra prima.

 

E vocês? Qual o vosso filme favorito deste ano? Também já vi "Lady Bird" e "Call Me By Your Name" e adorei!

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D