Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Gostava de ter sido eu a escrever | Músicas de Natal

Uma das melhores coisas do Natal são as músicas! Toda a gente sente melhor o espírito quando ouve uma música natalícia. Hoje vim trazer-vos aquelas músicas de Natal que gostava de ter sido eu a escrever e que são as minhas preferidas. 

Foi difícil a escolha, mas aqui está ela.

 

1. Michael Bublé - It's Beginning To Look A Lot Like Christmas

 

 2. Wham! - Last Christmas

 

3. Mariah Carey - All I want for Christmas is you

 

4. Frank Sinatra - Santa Claus is coming to town

 

5. Sam Smith - Have Yourself A Merry Little Christmas

 

6. Céline Dion - Happy Christmas (War is Over)

 

7. Andy Willians - The Most Wonderful Time Of The Year

 

 

Para todos aqueles que gostam tanto de músicas de Natal como eu, podem seguir a minha playlist, que está também disponível do lado direito do blog. Vão ouvir e divirtam-se!

Gostava de ter sido eu a escrever | Ana Vilela

Hoje decidi falar sobre a música brasileira mais bonita de sempre. "Trem-bala" é o nome. Se vocês não a conhecem (o que eu duvido muito), convido-vos a ouvir esta preciosidade. 

 

 

É uma música muito real. Tem aquela letra que nos faz pensar. Passagens como "Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu, é sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu" e "A gente não pode ter tudo, qual seria a grande do mundo se fosse assim? Por isso eu prefiro sorrisos e os presentes que a vida trouxe pra perto de mim" são como chocolates na minha boca. Mas a minha parte preferida é mesmo "Segura teu filho no colo, sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui, que a vida é trem-bala parceiro e a gente é só passageiro prestes a partir".

Tem realmente passagens muito realistas, muito dia-a-dia, muito terra a terra e eu adoro isso numa música. Já para não falar de que a Ana Vilela tem aquela voz tão calma que é quase como um abraço vindo das pessoas que mais gostamos. Acho que só não chorei no primeiro dia que ouvi esta música porque eu não sou uma pessoa muito sentimental.

Faz-nos pensar muito. Temos de começar a perceber que nada é garantido, que nada é eterno e temos de aproveitar as coisas boas da vida enquanto cá estamos. Temos de começar a perceber que a nossa família é o nosso porto de abrigo, que é bom conservar os amigos e que a superioridade não é uma qualidade. No mundo em que vivemos, muitas vezes precisamos de ver as coisas de outra forma e nada melhor do que esta música inspiradora para as pessoas entenderem isso.

Obrigada Ana Vilela por nos mostrares este diamante.

Gostava de ter sido eu a escrever | Carolina Deslandes

Todos os sábados vou trazer-vos uma música de que gosto muito aqui para o blog. Músicas que me dizem alguma coisa e que gostava de ter sido eu a escrever a letra.

Esta semana convido-vos a ouvir "A Vida Toda" da Carolina Deslandes - a quem ainda não ouviu, porque quase de certeza que toda a gente conhece esta música. Eu realmente não tenho palavras para esta letra maravilhosa.

 

 

É linda, simplesmente maravilhosa! É mesmo bom ouvir músicas portuguesas que nos tocam desta maneira. Há muito tempo que não me sentia assim em relação a uma música! Viva ao amor e aos casais que mostram dia após dia que ele ainda existe, se fizermos por isso. Obrigada por isto, Carolina!

E de que serve o amor se não for para a vida toda? Nos dias de hoje só ouvimos as pessoas a dizer "já nada dura para sempre", que querem apenas namoros curtos, paixões à primeira vista, que o amor se transforma em ódio passado uns meses. E assim se desfazem sonhos, promessas, vidas em conjunto. E mesmo aquelas amores que duram anos e anos as pessoas gostam de comentar da seguinte maneira "entre marido e mulher não se mete a colher, ninguém sabe o que lá vai naquela casa". Claro que não se sabe, porque ninguém tem de saber, ninguém tem de se meter na vida privada de ninguém. 

E mesmo que tenhamos várias relações sem sucesso, é normal. A maior parte das vezes, não é na primeira tentativa que a nossa vida corre às mil maravilhas. Palmas a quem encontrou o amor ao virar da esquina, no primeiro encontro e ainda dura. Obviamente que não é isso que quero dizer aos meus filhos. Quero-lhes dizer que quando encontrarem o amor, não se esqueçam de o alimentar, de o fazer durar a vida toda. Mas somos humanos, nem sempre dá certo. Todos temos os nossos problemas, não somos todos seguros de nós mesmos, prontos para enfrentar o que quer que venha a seguir. Nem todos somos iguais. Mas o que precisamos realmente nesta vida é de músicas como "A Vida Toda" da Carolina Deslandes, porque nos mostra que tudo vale a pena. O amor para a vida toda é real, não podemos é deixar de acreditar nisso.

Agora estou casada com o botão do replay e ele é o meu amor para a vida toda neste momento.

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 24 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D