Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Daquelas coisas #6 | Os míopes e os seus problemas

Só quem é miope percebe que o facto de deixar os óculos em casa, durante um dia inteiro, é desesperante. Dá vontade de ir à Ponte 25 de Abril e atirarmo-nos, porque não ver um boi à frente não é nada bom. Por isso, há certos comportamentos que só uma pessoa com miopia percebe. Quer dizer, há comportamentos que toda a gente que usa óculos ou lentes percebe, tenha miopia ou astigmatismo ou o raio que o valha. 

 

1. Quando estamos a olhar fixamente para alguém para perceber se conhecemos ou não a pessoa, e essa pessoa pensa que temos alguma coisa contra ela ou que estamos a fazer olhinhos ou uma coisa parecida. Mas não...

28576355_10210883892150213_939941403612413952_n.jp

2. E quando uma pessoa conhecida está do outro lado da rua e nós não conseguimos perceber quem é? E ficamos "porque é que aquela pessoa me está a cumprimentar, quem és tu?". E muitas vezes acenamos de volta e nem sabemos quem é que estava lá. Outras vezes, não dizemos nada e passamos por antipáticos. Mas não é antipatia, é só miopia.

 

3. Quando estamos no cinema e só há o filme que queres ver em 3D, e não trouxeste as lentes de contacto e tens de fazer aquela figura ridícula de estares com os teus próprios óculos e com os óculos 3D. A parte boa é que está escuro no cinema e ninguém te conhece.

oculos 2.png

 

4. Quando queremos ver alguma letra ao longe e tanto pode ser um B, como um 8 ou um 3. Vai dar tudo ao mesmo.

 

5. Quando as pessoas metem os teus óculos e acham que te estão a dar uma novidade.

oculos.png

 

6. Quando és uma pessoa que se gosta de maquilhar e tiras os óculos para fazer a maquilhagem e não vês nada. Não percebes se meteste blush a mais no lado direito ou se a sombra do olho esquerdo ficou igual à do olho direito. E depois metes o espelho quase a tocar no teu nariz e percebes que estás linda (mas não estás).

 

7. Saudades dos tempos em que o oftalmologista me dizia "só tens de usar os óculos para estar no computador ou para ver para o quadro nas aulas, se quiseres podes tirar quando estás na rua ou assim". E agora vou lá só para ver quanto a minha miopia aumentou.

 

Quem também usa óculos desse lado do ecrã? Quais são os vossos maiores problemas? 

Contem tudo. 

Daquelas coisas #6 | Não dás o pisca?

*Conversa dentro do carro*

- Então? Mas não dás pisca quando sais da rotunda?

- Olha que deixem de ser cuscos. Ninguém precisa de saber para onde vou...

 

Até tem a sua piada, mas não façam isso.

Para quem não sabe, os piscas são umas luzinhas intermitentes que existem, normalmente, na parte da frente, lateral e traseira dos nossos carros. E existem de ambos os lados, é verdade! Ele não se lembra e liga-se sozinho... os condutores é que o têm de ligar. 

Eu vejo o "pisca" como uma forma de "falar" com os outros condutores no trânsito: "Vou fazer isto, vê lá se começas a travar pá". Não faz mal nenhum antes de fazerem alguma manobra, que a sinalizem. Ninguém adivinha o que ai na vossa cabeça, amigos. Acho que se todos "falássemos" um bocadinho ao volante, muitos acidentes eram evitados. Cumpram as regras de trânsito. É por estas e por outras que o meu pai já mandou uns quatro carros para a sucata!

Juízo! 

Daquelas coisas #5 | Os clientes que acham que têm sempre razão

*Conversa de um senhor com a menina da caixa*

- E vai devolver-me o dinheiro para cartão de multibanco?

- Sim, meu senhor.

- E porquê? Eu quero que me devolva o que paguei em dinheiro.

- Eu não posso fazer isso. Eu tenho de lhe devolver o dinheiro pelo mesmo método que o senhor fez o pagamento.

- Mas eu não acho isso normal. Eu quero que me devolva em dinheiro.

- Já lhe disse que não posso fazer isso. Tenho de lhe devolver para o cartão de multibanco, porque foi a forma que usou para fazer o pagamento da compra.

- Isso não tem lógica. Eu fiz 70km para chegar cá, não venho cá outra vez... e se o dinheiro não entra no cartão?

- E se o dinheiro não saísse do seu cartão?

 

E aqui quase que fiz uma vénia à menina da caixa, que esteve a aturar o senhor durante meia-hora com o seu discurso sem pés nem cabeça. Eu também já trabalhei diretamente no contacto com o cliente, e só eu sei quantas vezes respirei fundo para não mandar com o ecrã da caixa registadora à cabeça de algumas pessoas.

"O cliente tem sempre razão" ouvimos dizer. Mas nem sempre, na realidade as pessoas (os funcionários) é que cedem para que a perda da empresa seja menor.

Daquelas coisas #5 | As claras em castelo

Conversas de família.

"- Nunca me aconteceu outra... estava a fazer um bolo e não consegui bater as claras em castelo.

- A sério? Porquê? 

- Deve ser por causa desta afta que tenho aqui na boca.

- Mas isso não tem nada a ver.

- Eu já li em qualquer lado que se tu não estás bem psicologicamente ou fisicamente não consegues bater as claras..."

 

Isto é verdade? Já nem sei nada. Já vi de tudo hoje em dia. Deve ser por eu não fazer bolos, não percebo nada disto.

Daquelas coisas #4 | O espaço e os comandos da televisão

Espero que desta forma percebam para onde vão os meus comandos da televisão. Quando digo que não sei do comando, não é brincadeira nenhuma. Quando eu ligo à minha mãe a perguntar onde é que ela meteu o comando, não é brincadeira nenhuma. Eu não sei como é que o raio do comando vai para o espaço, mas ele vai. E volta passado uns segundos.

O mesmo para as minhas pens que empresto a amigos e nunca voltam. Aposto que elas também fogem para o espaço. E os ganchos pretos do cabelo. E as molas da roupa. E todos os objetos que perdi ao longo destes anos. 

Quero ir até lá recuperar o que é meu. Este espaço é mesmo ladrão pá!

Daquelas coisas #3

Então mas porque é que agora precisamos de criar grupos no whatsapp para tudo? Principalmente no mês de dezembro para marcar jantares. No dia 30 de novembro devia ter meia dúzia de gatos pingados no whatsapp, no dia 1 de dezembro já tinha cinquenta grupos e todos diziam o mesmo: "para quando o jantar de Natal?". O melhor disto tudo é que os grupos são basicamente todos constituídos pelas mesmas pessoas, só muda dois ou três indivíduos porque não são boa obra de deus para a pessoa que criou a conversa.

Gosto muito do whatsapp, acho que é uma invenção muito gira. Mas vamos lá ter calma, ainda para mais a gente conhecesse durante o ano todo, não é só no Natal.

Daquelas coisas #2

Já repararam se disserem muito depressa "uma temática" parece que estão a dizer "matemática"? 

Uma pessoa já não pode dizer "uma temática" em paz, vem logo a matemática queimar-me os neurónios. Eu já não estou a estudar, sai da minha vida, por favor. Bem nos dizem que a matemática nos acompanha para sempre.

Boa sexta-feira!

Daquelas coisas #1

This Be The Verse by Philip Larkin

 

They fuck you up, your mum and dad.

They may not mean to, but they do.

They fill you with the faults they had

And add some extra, just for you.

 

But they were fucked up in their turn

By fools in old-style hats and coats,

Who half the time were soppy-stern

And half at one another's throats.

 

Man hands on misery to man.

It deepens like a coastal shelf.

Get out as early as you can,

And don't have any kids yourself.

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 24 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D