Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Os três primeiros anos com carta de condução

Sabem quem está de parabéns? A minha carta de condução! Então não é que já fiz três anos de carta? No dia 27 de Outubro de 2014 tirei a carta e passados três anos esqueci-me desse dia. Um dia muito importante para mim, na minha mente pensei que me ia tornar mais independente, com mais hipóteses de deslocação, sem horários tão definidos. Como é óbvio, não é bem assim... primeiro precisava de um carro e depois precisava de ganhar prática e essas coisas todas antes de me pôr a andar pela estrada fora sozinha. Arranjei carro em Abril de 2015, aliás, o meu pai comprou-me um carro em Abril. Pai, se estiveres a ler isto... obrigada! Se não fosses tu ainda hoje eu estava a andar de transportes públicos.

Mas no mês passado a minha carta deixou de pertencer ao regime probatório. Andava aqui eu muito cumpridora das regras de trânsito a ver se não fazia uma contraordenação muito grave ou duas contraordenações graves. Acreditam se vos disser que durante estes três anos não fui mandada parar uma única vez pela bófia aka moinas na estrada aka polícia? É verdade, eu nunca tive o previlégio de ser mandada parar por um agente da autoridade, mas digo-vos já se isso tivesse acontecido muito provavelmente tinha sido multada. Toda a gente apanha uma multa hoje em dia. Nunca apanhei uma multa, nem quero saber qual a sensação, muito obrigada. 

Mas estou mais descansada. Já posso estacionar em segunda fila e atrapalhar os outros carros todos sem que me tirem a carta, já posso carregar no acelarador quando o sinal está a mudar de amarelo para vermelho só para não parar na passadeira sem que me tirem a carta e já posso andar a mais de 120km/h na autoestrada a ver se me espeto contra uma estação de serviço sem que me tirem a carta.

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D