Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

No Natal vale tudo

O Natal é uma época muito especial para todos nós. Celebramos o nascimento de Jesus Cristo, temos a família toda reunida em casa que mal dá para passar da sala para a cozinha sem pisar alguém e o mais importante, mesmo que ninguém admita, recebemos presentes!!!

A parte mais emocionante do Natal é que ele começa muito antes do dia 25 de Dezembro. Há sempre algum engraçadinho na família que em fins de Agosto já afirma “Estamos aqui, estamos no Natal” e ainda não começou a pensar nas ementas variadas que tem de preparar para os almoços dos filhos que vão começar a escola em Setembro.

Todos os anos toda a gente diz que vai gastar o menos possível em presentes de Natal e afinal acabam por gastar o ordenado inteiro de um mês na Primark em “coisas simbólicas”. Porque, para além, de terem de comprar os presentes para a mãe, o pai, os avós, os tios e os primos… também têm de comprar para a vizinha do 3º direito, para a mãe do amigo que está doente com gripe em casa e para o namorado da prima do amigo de longa data. E é por isso que o dinheiro não chega e os dias também não. Quer queiramos quer não há sempre aquela pessoa que chega a uma loja no dia 24 de Dezembro, cheia de pressa e com trinta prendas para comprar.

Porque o que é importante no Natal são os presentes. As pessoas querem lá saber se nasceu Jesus Cristo ou se o filho da tia já nasceu. As pessoas querem é que dê as doze badaladas para começarem a distribuir presentes. E depois culpam as crianças… aquelas que adormecem às 22h a ver os desenhos animados no canal Panda.

E venha daí o jantar de Natal, aquele que custou a preparar e ninguém veio para ajudar. E entre conversas e desconversas e jogos de mesa e tabuleiro chega ao fim a noite de Natal e entra um novo ano, com promessas de que será tudo diferente, mas tudo muito igual.

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 24 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D