Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Gostava de ter sido eu a escrever | Ana Vilela

Hoje decidi falar sobre a música brasileira mais bonita de sempre. "Trem-bala" é o nome. Se vocês não a conhecem (o que eu duvido muito), convido-vos a ouvir esta preciosidade. 

 

 

É uma música muito real. Tem aquela letra que nos faz pensar. Passagens como "Não é sobre chegar no topo do mundo e saber que venceu, é sobre escalar e sentir que o caminho te fortaleceu" e "A gente não pode ter tudo, qual seria a grande do mundo se fosse assim? Por isso eu prefiro sorrisos e os presentes que a vida trouxe pra perto de mim" são como chocolates na minha boca. Mas a minha parte preferida é mesmo "Segura teu filho no colo, sorria e abraça os teus pais enquanto estão aqui, que a vida é trem-bala parceiro e a gente é só passageiro prestes a partir".

Tem realmente passagens muito realistas, muito dia-a-dia, muito terra a terra e eu adoro isso numa música. Já para não falar de que a Ana Vilela tem aquela voz tão calma que é quase como um abraço vindo das pessoas que mais gostamos. Acho que só não chorei no primeiro dia que ouvi esta música porque eu não sou uma pessoa muito sentimental.

Faz-nos pensar muito. Temos de começar a perceber que nada é garantido, que nada é eterno e temos de aproveitar as coisas boas da vida enquanto cá estamos. Temos de começar a perceber que a nossa família é o nosso porto de abrigo, que é bom conservar os amigos e que a superioridade não é uma qualidade. No mundo em que vivemos, muitas vezes precisamos de ver as coisas de outra forma e nada melhor do que esta música inspiradora para as pessoas entenderem isso.

Obrigada Ana Vilela por nos mostrares este diamante.

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D