Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Gostava de ter sido eu a escrever | Carolina Deslandes

Todos os sábados vou trazer-vos uma música de que gosto muito aqui para o blog. Músicas que me dizem alguma coisa e que gostava de ter sido eu a escrever a letra.

Esta semana convido-vos a ouvir "A Vida Toda" da Carolina Deslandes - a quem ainda não ouviu, porque quase de certeza que toda a gente conhece esta música. Eu realmente não tenho palavras para esta letra maravilhosa.

 

 

É linda, simplesmente maravilhosa! É mesmo bom ouvir músicas portuguesas que nos tocam desta maneira. Há muito tempo que não me sentia assim em relação a uma música! Viva ao amor e aos casais que mostram dia após dia que ele ainda existe, se fizermos por isso. Obrigada por isto, Carolina!

E de que serve o amor se não for para a vida toda? Nos dias de hoje só ouvimos as pessoas a dizer "já nada dura para sempre", que querem apenas namoros curtos, paixões à primeira vista, que o amor se transforma em ódio passado uns meses. E assim se desfazem sonhos, promessas, vidas em conjunto. E mesmo aquelas amores que duram anos e anos as pessoas gostam de comentar da seguinte maneira "entre marido e mulher não se mete a colher, ninguém sabe o que lá vai naquela casa". Claro que não se sabe, porque ninguém tem de saber, ninguém tem de se meter na vida privada de ninguém. 

E mesmo que tenhamos várias relações sem sucesso, é normal. A maior parte das vezes, não é na primeira tentativa que a nossa vida corre às mil maravilhas. Palmas a quem encontrou o amor ao virar da esquina, no primeiro encontro e ainda dura. Obviamente que não é isso que quero dizer aos meus filhos. Quero-lhes dizer que quando encontrarem o amor, não se esqueçam de o alimentar, de o fazer durar a vida toda. Mas somos humanos, nem sempre dá certo. Todos temos os nossos problemas, não somos todos seguros de nós mesmos, prontos para enfrentar o que quer que venha a seguir. Nem todos somos iguais. Mas o que precisamos realmente nesta vida é de músicas como "A Vida Toda" da Carolina Deslandes, porque nos mostra que tudo vale a pena. O amor para a vida toda é real, não podemos é deixar de acreditar nisso.

Agora estou casada com o botão do replay e ele é o meu amor para a vida toda neste momento.

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D