Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Crónicas de uma leitora | A melhor trilogia

IMG_0894.jpg

 

Sobre estes livros as opiniões são todas muito diferentes umas das outras. Uns adoram, outros odeiam, não existe meio termo. A história de Maze Runner não é nada simples, mas muito boa de se imaginar. Os governantes decidem lançar um vírus para controlar a população e tudo corre mal, obviamente. O primeiro livro dá a conhecer as várias personagens e o porquê de estarem num labirinto. São introduzidos numa espécie de sociedade, localizada numa clareira, e dividem as mais variadas tarefas do dia-a-dia e aprendem em viver em comunidade. A clareira é cercada por um grande muro, cujas as portas se abrem apenas uma vez por dia. Quando o personagen principal, Thomas, chega à clareira e percebe que os portões apenas se abrem uma vez por dia fica curioso para saber o que existe por trás deles. É, assim, informado que se trata de um labirinto e que todos os dias os chamados "runners" (corredores) saem para o explorar. Thomas não se conforma com o estilo de vida deles e quer encontrar uma solução racional para aquilo tudo.

E não vou dizer mais porque, caso contrário, os spoilers vão ser bastantes. E eu não quero isso.

 

É importante referir que sou uma apaixonada por trilogias do género. The Hunger Games? Papei tudo. Divergente? Li tudo. Mas Maze Runner mexeu comigo e, por isso, é a minha preferida. Acho que nem é tanto pela história em si que adorei desta trilogia, mas sim pela maneira como o James Dashner faz com que eu me sinta na pele dos personagens. São poucos os escritores que conseguem fazer isto, entranhar as emoções dos personagens na nossa mente, fazer com que nos sintamos tristes quando eles estão tristes, contentes quando eles estão contentes, admirados quando eles estão admirados. Esta é a maior qualidade de um autor para mim. Acho que no fundo gostei dos três livros, principalmente por causa da maneira de escrever do James Dashner. Porque, muito sinceramente, o final da história deixou realmente muito a desejar. Ficam várias questões por responder. O fim do terceiro livro é como um recomeço, mas ao mesmo tempo não é. Parece que acaba com reticências e não com a sensação de dever cumprido. Ficam as interpretações próprias que prefiro guardar para mim.

Existem livros e trilogias que dão muito que pensar, que mexem com o nosso subconsciente de uma maneira muito forte. Maze Runner é um desses exemplos. Se vocês lerem preparem-se para acabarem de ler o primeiro livro sem fôlego, o segundo com a frase na boca "mas o que é isto?" e o terceiro com a sensação de vazio, porque acabou mas também porque queriam mais.

E por estas razões é a melhor trilogia que alguma vez li. Thank you, James Dashner, it's aMAZEing!

A frase que destaco: "If you ain't scared, you ain't human".

 

P.S.: Já existem os filmes desta trilogia, que na minha humilde opinião nada tem a ver com os livros. Exceto o primeiro, que tem várias parecências, mas o livro é sempre melhor. Vai sair o terceiro e último filme em Janeiro do próximo ano! O meu conselho é lerem os livros e só depois verem os filmes.

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D