Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

A obsessão pelas redes sociais

No outro dia deparei-me com uma situação muito constrangedora. Não comigo diretamente, mas presenciei. Então não é que estava eu a sair de um café, com a minha barriga uns 5cm maior, depois de tomar o meu pequeno-almoço e na esplanada reparo que estão dois senhores: um com uma máquina fotográfica toda xpto e o outro sentado a fazer várias poses diferentes, e dizia "agora tira deste plano outra vez mas de costas" ou "apanha-me desprevenido a olhar para o além".

Eu percebo que muita gente esteja habituada a ver este tipo de situações, mas eu não. Uma pessoa tira umas fotos com o telemóvel, posta no instagram e está feito. Só para mostrar que sei mexer nos filtros para parecer mais bonita. Não contrato uma equipa fotográfica e vou para uma esplanada fazer uma sessão. Neste momento o oxigénio da nossa sociedade é o botão de like nas redes sociais. Eu percebo que muita gente agora trabalhe como "digital influencer" e eu não tenho absolutamente nada contra isso. Aliás, quem me dera ser como vocês. Tirar uma fotos, ter uns 20 mil likes e ganhar uns trocos... era o meu sonho!! Mas, não sou. Agora aquelas pessoas que estão constantemente a atualizar as redes sociais só pelo simples facto de mostrar que têm, que podem e que conseguem... desculpem, mas não consigo suportar.

Nos dias de hoje nós vivemos obcecados para saber quem gostou de quê ou quem está a seguir quem. Passamos grande parte do nosso tempo a olhar para o telemóvel a tentar adivinhar e supor coisas que não têm realmente interesse e em nada vão interferir nas nossas vidas. Eu, muitas vezes, dou por mim a passar o meu feed do instagram e não olho realmente para nada, nem me interesso pelas pessoas que lá estão. Fiquei a saber outro dia que existem horas específicas para uma foto ter mais likes, se for postada a meio da tarde quase ninguém vai ver, mas se for postada quase na hora do jantar já vai ser um sucesso. E ainda que a nova moda é colocar muitos gostos em fotos aleatórias de uma pessoa, que é como quem diz "quero-te comer", nem é preciso um jantar nem nada.

Nada é tão simples como antes. As barbies foram substituídas por tablets e as crianças já crescem neste novo mundo. Não estou a dizer que as redes sociais não são uma mais-valia, mas sim que devia existir um equilíbrio, sem exageros. E tentar perceber que se o teu amigo publica uma foto tua em que tu pareces um ogre, não é o fim do mundo. 

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D