Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

A black friday do meu ponto de vista

Quando uma pessoa racional ouve as palavras "black friday" e "descontos" o coração começa a bater mil vezes por segundo, sente a adrenalina a correr nas veias e todos os problemas parece que se resolvem. As únicas questões que querem ver respondidas é "onde? quando? como?", que é para saberem onde é, quando é e como vão. É engraçado a forma como as pessoas lidam com este tipo de eventos, porque acham que vão encontrar coisas absurdamente baratas, quando na verdade meia dúzia de produtos realmente valem a pena e o resto podem comprar pelo mesmo preço ou ainda mais barato noutras épocas do ano.

Eu também sou assim, confesso! Quando ouço "saldos" vou logo a correr, digo para mim mesma que vou entrar só para ver e saio de lá com vinte sacos. É inevitável. Todo o ser humano tem estas fraquezas. Nós temos de acreditar em alguma coisa. Mesmo quando sabemos que a "black friday" não existe, mas acreditamos nela porque é uma desculpa para o nosso consumismo. É perfeitamente normal. 

Para quem não sabe a "black friday" nasceu nos Estados Unidos e realiza-se na última sexta-feira de novembro, logo após o feriado de Ação de Graças (isto nos EUA). As lojas fazem "altas" promoções e as pessoas fazem filas nas portas e ficam durante horas à espera que uma loja abra só para comprar um produto que está à venda todo o ano. Eu não sei como é que funcionam esses descontos nos EUA, mas dizem que é uma coisa louca. Confesso que há uns tempos um dos meus hobbies preferidos era ir para o youtube ver vídeos de pessoas nestes eventos. Passei momentos hilariantes, chorei de rir. Pessoas a andarem à bofetada por um microondas, pessoas a arrancarem cabelos por um conjunto de chávenas. Muito bom. Obviamente que estou a exagerar, ainda assim tem a sua piada.

Aqui em Portugal é um bocadinho diferente. Nunca vi ninguém a lutar por um candeeiro ou outra coisa qualquer. Mas como o natal é já no próximo mês, as pessoas começam a pensar na vida e no dinheiro que vão gastar em presentes e olham para a "black friday" como uma boa oportunidade de poupar. Não vai acontecer, mas as pessoas gostam de acreditar nisso. E eu também.

Façam boas escolhas e boa semana!

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D