Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Desafio 52 semanas | Semana 13

20853994_lkZ37.jpeg

Antes de mais, não consegui escrever este post ontem com muita pena minha, mas hoje ainda é sábado, ainda conta.

 

Semana 13: Fico envergonhada quando…

 

- Conversar com pessoas que falam muito alto. Imaginem vocês no meio da rua e a pessoa aos berros;

- Quando estou a olhar para uma pessoa e essa pessoa também olha para mim, e ficamos aquele milésimo de segundo com os olhos fixos um no outro. Muito awkward;

- Quando me elogiam. Não me levem a mal, eu gosto de receber elogios, mas uma pessoa fica sempre envergonhada;

- Entrar numa sala cheia de gente (toda a gente fica a olhar para mim?);

- Dançar em público. Não me importo de dançar em casa, no meu quarto, sem ninguém ver... agora em público? Sinto que pareço um macaco a fazer movimentos estranhos; 

- Tropeçar ou cair em público. Nunca fizeram aquela espécie de acrobacia de tropeçar na rua e fingir que vão apertar os atacadores? Eu já, muitas vezes.

 

Acho que devo ter muitas mais situações em que me sinto envergonha, mas é tudo o que me estou a lembrar no momento.

Desafio 52 semanas | Semana 12

20853994_lkZ37.jpeg

 

Semana 12: Coisas para se fazer no frio.

 

Vamos lá esclarecer que eu não gosto de frio. Nem gosto de chuva. E nem gosto de vento. Mas gosto quando está frio, chuva e vento e estou em casa e não tenho de sair.

Mas há várias coisas para fazer no tempo mais frio.

 

 - Ir para a neve. Fazer ski, fazer snowboard, fazer bonecos de neve, fazer tudo o que se faz na neve. Quando o tempo está frio, só quero que neve (mas isso não acontece em Portugal).

- Visitar aquelas cidades que ficam ainda mais bonitas no Inverno, com o tempo frio. Por exemplo, Nova Iorque, Londres, Paris.

- Beber chocolate quente. Sem pensar em dietas malucas, nem alimentos saudáveis, porque com o frio o que dá vontade é ingerir calorias.

- Fazer do pijama o outfit do dia. Com umas pantufas a combinar.

- Dizer a desculpa "está muito frio para sair hoje, vou ficar em casa".

- Morrer de saudades da praia.

- E a melhor de todas para mim: ficar em casa, no quentinho das nossas mantas, a fazer aquela maratona de filmes e séries que tanto adoramos.

 

Além disso, ainda podem fazer aquelas piadas irritantes, como quando vos perguntam: "Vais sair com esta chuva?" e vocês respondem "não, vou sair com a próxima".

Feliz dia do PAI

pai.png

Feliz dia ao meu pai que, obviamente, para mim é o melhor do mundo.

Tenho a certeza abosluta, que passem os anos que passarem, vou ser sempre a "filhinha do papá". Uma das razões é porque sou filha única e só por isso as pessoas já acham que sou extremamente mimada. E sou, confesso que sou! Nunca tive de dividir o amor dos meus pais com mais ninguém. No entanto, sempre fui muito independente e sempre tentei lutar por aquilo que quero. E o meu pai é sempre a primeira pessoa a incentivar-me em tudo e a primeira pessoa também a dizer-me todas as verdades, principalmente as que ele acredita e eu não, tais como, "este arroz está cru, não sabes mesmo cozinhar" ou "quem te deu a carta de condução é maluco, devia ser internado". 

Também tem aqueles clichés de pai de sempre que lhe pergunto alguma coisa a resposta é "pergunta à tua mãe, ela é que sabe". O meu pai também sabe que curso é que eu tirei na universidade. É capaz de chegar ao ponto de não saber se ainda estou na pré-primária, na universidade ou se já vou receber a reforma. Com muito custo e depois de algumas pistas dadas por mim é capaz de acertar no meu ano de nascimento. 

Este é o meu pai. O homem mais importante para mim. Não só hoje, mas todos os dias.

Desafio 52 semanas | Semana 11

Semana 11: Os meus brinquedos favoritos na infância eram... 

 

Uma pessoa podia estar aqui a falar das bonecas que todas as meninas têm. Eu, por acaso, tinha algumas bonecas de porcelana que gostava muito. E barbies? Oh meu deus, tinha às dezenas. Mas, sinceramente, o que mais me lembro de gostar passam por estas três coisas.

 

 Berlindes

362436-glass-marbles.jpg

Acho que os berlindes marcam gerações e gerações de crianças. A minha mãe jogou ao berlinde, toda a gente que conheço jogou ao berlinde. E eu também joguei. Eu lembro-me de ficar sem berlindes num intervalo da escola e de chegar a casa com mais berlindes do que tinha. Era uma alegria.

 

 Os tazos do Pokemon

82292_1.jpg

Eu era viciada em pokemon. Eu queria comprar os pacotes de batatas fritas só para ter os tazos que estavam lá dentro. Eu nem me interessava em comer as batatas fritas, eu queria era o brinde. Mais tarde, surgiu o jogo para o gameboy, mas eu sempre me interessei muito mais pelos tazos.

 

 Walkman

418TCQRYG5L._SX355_.jpg

 

Eu lembro-me quando tive o primeiro walkman, corria o ano de 2003 (mais coisa menos coisa) e eu delirei. Comecei a comprar os CD's de todas as novelas que via e ouvia de manhã à noite. Sei que devem existir por aí pessoas que tinham o formato para cassetes, mas eu só tive o de CD's. Também ouvia muitas cassetes, mas era num rádio que o meu pai tinha. Só tenho pena de não ter guardado o walkman, era uma recordação.

 

Tão bom recordar. 

Recordando a minha infância-adolescência com músicas brasileiras

Estas eram as minhas músicas preferidas brasileiras dos 10 (provavelmente antes) aos 15 anos. Já não as ouvia há tempo que decidi partilhar aqui no blog, para ficarem eternamente gravadas e nunca mais me esquecer delas.

O quanto eu dancei e cantei estas músicas só eu sei. Recordar é mesmo viver.

 

Scracho - "Morena"

Jota Quest - "Só hoje"

Luka - "Porta Aberta"

D Black, Negra Li - "1 Minuto"

Sandy & Junior - "Quando você passa"

Charlie Brown Jr. - "Dias de luta, dias de glória"

 

E podia referir mais mil e uma músicas, mas estas foram as que mais ouvi no meu mp3, talvez no meu walkman da Sony (já não me lembro muito bem).

Bom fim-de-semana a todos. 

Desafio 52 semanas | Semana 10

20853994_lkZ37.jpeg

Semana 10: As minhas comidas favoritas são...

 

Portugal é muito famoso pela sua gastronomia. Das conhecidas “tascas” à cozinha com requinte dos restaurantes de renome, passando pela cozinha da nossa própria casa... todas as iguarias são bem-vindas!!! 

Para começar esta refeição, depois de uma vasta pesquisa e de já ter feito várias viagens à gastronomia portuguesa não me ocorre nada mais comum do que o bacalhau. O bacalhau é o “fiel” amigo da mesa dos portugueses. Apesar de ser um grande amigo da comida portuguesa, é importado das águas frias do Atlântico Norte. Somos capazes de encontrar mil e duas formas de o cozinhar. Como o apetite por estes lados ainda é muito, vamos falar de carne. Particularmente do Alentejo e Trás-os-Montes. Se falar em carne de porco à alentejana muita gente fica com um sorriso na cara, outros nem tanto. No meu caso, muito sinceramente, não é uma das comidas que me enche as medidas. Prefiro uma feijoada como só as pessoas de Trás-os-Montes sabem fazer. No entanto, passo muito bem com um bom bife. Depois de toda esta comida, nada melhor do que falar de bebidas para nos matar a sede. Se falar em vinho do Porto toda a gente conhece e a maior parte das pessoas gosta. Se falar nas cervejas toda a gente se lembra delas num final de tarde. Eu cá prefiro um Sumol de laranja ou ananás, tanto faz. Os portugueses têm bom gosto!!! E isso adequa-se também aos doces. Mas quem é a pessoa que quando se fala nos ovos moles de Aveiro, ou no Pudim Abade de Priscos ou até num pastel de nata não fica com água na boca? Só se forem as pessoas que preferem fruta. Também se arranja por estes lados. As bananas da Madeira e as laranjas do Algarve são igualmente muito apreciadas.

Podemos acabar esta refeição com um licor regional de primeira qualidade ou com um café ou uma bica, se preferirem. Não se esqueçam é de pagar a conta.

 

Mulheres, hoje o dia é nosso!

O dia da mulher não é apenas hoje, é todos os dias. Porque nós podemos. Sejamos filhas, mães, esposas, avós, donas de casa, vizinhas, tias, sobrinhas e todos os outros tipos de mulheres deste mundo. Por isso, muitos parabéns a todas as mulheres que estão desse lado do ecrã. 

 

Quero partilhar este texto que achei um máximo. Não faço ideia quem é autor ou a autora, mas fica aqui a minha consideração. Só transcrevi algumas parte, outras excediam o limite.

"Para nós mulheres....

Sentar de pernas fechadas não dói;

Podemos usar tanto rosa como azul;

Sabemos sempre que o filho é nosso;

Temos prioridade em botes salva-vidas; 

Não pagamos a conta. No máximo dividimos;

A programação da TV é 90% voltada prá nós; 

Somos os primeiros reféns a serem libertados;

A idade não atrapalha o nosso desempenho sexual;

Somos capazes de prestar atenção a várias coisas ao mesmo tempo;

Mulher de embaixador? é embaixatriz; marido de embaixadora? Não é nada;

Não nos desesperamos em frente a um campo com 1 bola e 22 mulheres;

Mulher de presidente? É Primeira-Dama; Marido de uma presidente mulher? É um zero á esquerda (mesmo que ele seja de direita);

E por último: Fazemos tudo o que um homem faz e de...SALTO ALTO... SOMOS UM SHOW!!"

2f36fd0d992a402d195e4c7f841f6cb5.jpg

 

Daquelas coisas #6 | Os míopes e os seus problemas

Só quem é miope percebe que o facto de deixar os óculos em casa, durante um dia inteiro, é desesperante. Dá vontade de ir à Ponte 25 de Abril e atirarmo-nos, porque não ver um boi à frente não é nada bom. Por isso, há certos comportamentos que só uma pessoa com miopia percebe. Quer dizer, há comportamentos que toda a gente que usa óculos ou lentes percebe, tenha miopia ou astigmatismo ou o raio que o valha. 

 

1. Quando estamos a olhar fixamente para alguém para perceber se conhecemos ou não a pessoa, e essa pessoa pensa que temos alguma coisa contra ela ou que estamos a fazer olhinhos ou uma coisa parecida. Mas não...

28576355_10210883892150213_939941403612413952_n.jp

2. E quando uma pessoa conhecida está do outro lado da rua e nós não conseguimos perceber quem é? E ficamos "porque é que aquela pessoa me está a cumprimentar, quem és tu?". E muitas vezes acenamos de volta e nem sabemos quem é que estava lá. Outras vezes, não dizemos nada e passamos por antipáticos. Mas não é antipatia, é só miopia.

 

3. Quando estamos no cinema e só há o filme que queres ver em 3D, e não trouxeste as lentes de contacto e tens de fazer aquela figura ridícula de estares com os teus próprios óculos e com os óculos 3D. A parte boa é que está escuro no cinema e ninguém te conhece.

oculos 2.png

 

4. Quando queremos ver alguma letra ao longe e tanto pode ser um B, como um 8 ou um 3. Vai dar tudo ao mesmo.

 

5. Quando as pessoas metem os teus óculos e acham que te estão a dar uma novidade.

oculos.png

 

6. Quando és uma pessoa que se gosta de maquilhar e tiras os óculos para fazer a maquilhagem e não vês nada. Não percebes se meteste blush a mais no lado direito ou se a sombra do olho esquerdo ficou igual à do olho direito. E depois metes o espelho quase a tocar no teu nariz e percebes que estás linda (mas não estás).

 

7. Saudades dos tempos em que o oftalmologista me dizia "só tens de usar os óculos para estar no computador ou para ver para o quadro nas aulas, se quiseres podes tirar quando estás na rua ou assim". E agora vou lá só para ver quanto a minha miopia aumentou.

 

Quem também usa óculos desse lado do ecrã? Quais são os vossos maiores problemas? 

Contem tudo. 

Sobre os Óscares

Tenho de começar este post a falar-vos sobre o outfit que eu levaria a uma gala dos Óscares, e estou completamente rendida a estes dois das fotos abaixo. A indecisão tomou conta de mim. Qual é que vocês escolhiam para uma gala como esta?

28661340_10210898569677142_8146194595500261376_o.j

 

Primeiro, ver os Óscares na companhia da SIC foi o pior que eu podia ter feito. Comentários desnecessários a noite inteira... Eu ainda percebo inglês, está bem amigos?

Segundo: Frances McDormand ganhou? Gary Oldman ganhou? Sem surpresas para mim. Os dois fizeram papéis maravilhosos, foi muito merecido.

Por último, esperei a noite toda para ver o "The Shape of Water" levar o óscar de melhor filme? Mas está tudo doido? Bateram com a cabeça nos três cartazes e ficaram todos malucos? Não percebo esta gente que decide isto. Não consegui achar piada nenhuma ao filme. Nem ao figurino, nem à história, nem a nada de nada. Peço imensa desculpa se estou a dizer uma barbaridade e se eu não percebo nada disto, mas não gostei. Não gostei, pronto.

 

E vocês também acham que trocaram os envelopes quando anunciaram a categoria de melhor filme? 

Considerações finais sobre o Festival da Canção

Vou fazer um resumo da final de ontem do meu ponto de vista.

 

- Volta Diogo Piçarra.

- Também podíamos acusar o compositor Jorge Palma de plagiar o cantor Jorge Palma.

- A música inglesa até é gira e audível, mas não vamos levar isso à Eurovisão quando ganhamos com uma música em português, até parece mal.

- Ir cantar com um fato em latejoulas não é uma boa opção.

- Volta Diogo Piçarra.

- Se for para desafinar, mais vale não ir.

- O português tem sempre de referir futebol seja onde for. E nada melhor do que uma gala do Festival da Canção para falar sobre o campeonato português, não é apresentador (Pedro Fernandes)???

- Uma das intérpretes levou uns brincos com o coração de Viana. Muito bem!!

- Patati Patata dá um bom nome para um programa do Panga Biggs. Um caso a pensar.

- Volta Diogo Piçarra.

- A música "sem título" uma pessoa quase que pensa que é sobre o Sporting, mas não. É linda que se farta.

- A Anabela lá continuou com o anel. Aquilo está colado ao dedo, quase de certeza.

- Algumas músicas são claramente candidatas a pertencer à banda sonora da próxima novela da TVI.

- Volta Diogo Piçarra.

- Era um palco tão grande, acho que fazia falta um homem em tronco nu a tocar bombo, com plumas e brilhos e uma letra composta pelo Emanuel. A confusão habitual. Mas não aconteceu nada disso este ano.

 

E no fim lá ganhou "O Jardim" que, na minha opinião, vai representar muito bem Portugal. Parabéns, Cláudia e Isaura!

 

E vocês, o que acharam desta final e da música escolhida para nos representar? Contem tudo!! 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 24 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D