Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Seja onde e quando for

Um blog pessoal de uma tetracampeã, mas que não é só sobre desporto. Convido-vos a ler.

Daquelas coisas #5 | Os clientes que acham que têm sempre razão

*Conversa de um senhor com a menina da caixa*

- E vai devolver-me o dinheiro para cartão de multibanco?

- Sim, meu senhor.

- E porquê? Eu quero que me devolva o que paguei em dinheiro.

- Eu não posso fazer isso. Eu tenho de lhe devolver o dinheiro pelo mesmo método que o senhor fez o pagamento.

- Mas eu não acho isso normal. Eu quero que me devolva em dinheiro.

- Já lhe disse que não posso fazer isso. Tenho de lhe devolver para o cartão de multibanco, porque foi a forma que usou para fazer o pagamento da compra.

- Isso não tem lógica. Eu fiz 70km para chegar cá, não venho cá outra vez... e se o dinheiro não entra no cartão?

- E se o dinheiro não saísse do seu cartão?

 

E aqui quase que fiz uma vénia à menina da caixa, que esteve a aturar o senhor durante meia-hora com o seu discurso sem pés nem cabeça. Eu também já trabalhei diretamente no contacto com o cliente, e só eu sei quantas vezes respirei fundo para não mandar com o ecrã da caixa registadora à cabeça de algumas pessoas.

"O cliente tem sempre razão" ouvimos dizer. Mas nem sempre, na realidade as pessoas (os funcionários) é que cedem para que a perda da empresa seja menor.

Desafio 52 semanas | Semana 4

Semana 4: As minhas citações preferidas são: (trechos de livros, de músicas, frases de autores, etc).

 

Ainda bem que não temos de encontrar apenas uma citação favorita, é que entre tantas a escolha é mesmo difícil. Aqui ficam as minhas favoritas, em imagens.

 

27394604_10210624528906294_1211280354_n.jpg

(Pitágoras)

 

 (Música "Scars To Your beautiful" da Alessia Cara)

 

04fb117e83cdd80d32d63b6366746593--wedding-songs-ou

(Música "Here's To Us" dos Halestorm)

 

 (Harry Potter)

 

27157705_10210624339021547_223324017_n.jpg

 

DHTifKPXcAIzOf4.jpg

 

E para terminar uma 100% portuguesa:

17943.jpg

Bom fim-de-semana 

Praia no inverno

IMG_5345.JPG

Passar algum tempo na praia dá sempre vida e energia a toda a gente. O que mais gostava era de viver à beira da praia, dar uma caminhada matinal e aproveitar o resto do dia. Mas como não sou rica e o tempo é pouco, uma pessoa tem de optar por outros caminhos.

Dar um saltinho à praia no inverno é qualquer coisa de maravilhoso. Obviamente que não troco a praia no verão por nada, mas gosto sempre de passar por lá nesta altura do ano. Além disso, existem inúmeras vantagens de ir à praia no inverno: elas estão quase vazias e não há nada mais agradável do que isso; o trânsito não existe e tudo fica muito mais acessível; e não há nada melhor do que apreciar as paisagens porque quando a praia está à pinha, é impossível olhar seja para onde for.

Aconselho é a verem a meteorologia antes de se menterem ao caminho, porque também não é muito agradável gastarmos gasolina e estar a chover ou assim.

IMG_5287.JPG

IMG_5348.JPG

IMG_5365.JPG

IMG_5366.JPG

Bom resto de semana 

A minha relação com os cinemas

Cada vez tenho mais a certeza que não sou uma pessoa de cinemas. Gosto de ver um bom filme, acompanhado de umas boas pipocas, só não bebo coca-cola porque tenho a teoria de que se a coca-cola dá para desentupir os canos, o meu corpo não a devia ingerir (mas isto é só uma das minhas muitas pancas).

Eu só vou ao cinema em duas ocasiões específicas: quando me convidam e pagam; ou quando está a estrear um filme que eu quero mesmo muito ver e não consigo esperar. E sempre que sei que estou para ir ao cinema tenho de me preparar psicologicamente para o que vai acontecer. Porque, sim, há coisas que nós queiramos quer não, vão acontecer naquelas horas em que estamos fechados numa sala às escuras.

Por isso, decidi fazer uma pequena lista do que mais me irrita quando vou ao cinema.

 

1) As pessoas que passam o filme inteiro a mandar pontapés;

Eu sei que vou perder a fé que me resta em Deus, quando mal me sento numa sala de cinema e já estou a levar com os ditos "biqueiros" das pessoas que estão atrás de mim. Por favor, não! Eu não vos estou a pedir que estejam quietos durante as duas horas do filme, mas não precisam de cruzar e descruzar as pernas a cada 30 segundos, está bem?

 

2) As pessoas que falam durante o filme inteiro;

Isto é o que mais me irrita. Eu quando vou ao cinema quero ver o filme em paz, quero estar a ver o que passa e estar atenta ao diálogo dos personagens, mas existem pessoas que acham que devem comentar cada cena e cada detalhe que está a passar no ecrã. "Ui olha é agora que se vão beijar"; "Ai ele é mesmo bonito"; "É agora, vai começar a esfaqueá-lo".

 

3) As pessoas que não sabem comer de boca fechada;

Estou eu a ver o filme que tanto esperei e tanto queria ver e de repente só ouço o barulho das pessoas a comerem pipocas. Pegam numa mão cheia de pipocas, metem aquilo tudo na boca e parecem selvagens a comer. Parecem que já não comem há cinco dias seguidos. O mundo não vai acabar se meterem duas pipocas de cada vez na boca, está bem?

 

4) A sala toda porca;

Quando o filme acaba e nos começamos a levantar da nossa cadeira, percebemos que algo está mal. Começamos a sentir que os nossos pés estão a colar no chão, porque ou alguém entornou a bebida ou as pipocas caíram. E até sairmos da sala parece que estamos a fazer um esforço enorme para andar, porque não queremos pisar em nada que seja desconhecido.

 

5) O desconforto;

Quando estou no meu sofá, na minha sala, na minha casa posso estar como quiser. Posso meter uma perna no chão e outra no sofá, posso fazer o pino enquanto vejo um filme, mas no cinema não. No cinema só tens uma posição para estar, que é sentada e tentar não incomodar as pessoas que estão à tua frente e atrás de ti.

 

E vocês? O que menos gostam quando vão ao cinema?

Contem-me tudo 

Desafio 52 semanas | Semana 3

Semana 3: Coisas para se fazer no calor.

 

Para além de estar constantemente a abrir o frigorífico para me refrescar, destaco todas estas coisas para se fazer:

 

1. Praia;

Não digo que não podem ir à praia no Inverno, porque podem, mas só para correr ou ouvir o mar e essas coisas. O que eu quero dizer é que no Verão podemos estar a tostar ao sol, ficar lá o dia todo a descansar de papo para o ar. Mas ponham sempre protetor, com FPS para cima de 30.

IMG_2824.JPG

 

2. Gelados;

Eu como gelados o ano inteiro. Muitas vezes com a testa, sim! Mas quando me sabe melhor comer um gelado é naqueles dias quentes de Verão, em que me refresca a alma e me dá um abraço. (Sou Fernando Pessoa hoje.)

 

3. Aproveitar o sol para fotografar;

Digo isto porque as fotos que tiro ficam sempre melhor no Verão. Sejam as paisagens ou as pessoas. As pessoas também ficam mais bonitas no Verão (não sentem isso?)

IMG_0668.JPG

IMG_3710.JPG

 

4. Parques Aquáticos;

São sempre uma boa opção nos dias mais quentes. E também só estão abertos durante o Verão, por isso mesmo se quisessem ir com -4 graus não entravam.

 

5. Viajar muito;

Eu, sinceramente, gosto de viajar em qualquer altura do ano. Mas digamos que no Verão é quando temos mais férias, temos mais tempo livre e dá para programar uma escapadinha mais longa.

14423775_10207010554359189_1649275028_o.jpg

 (Grande Canal de Veneza)

 

E são estas as minhas sugestões. E vocês, o que mais fazem no Verão?

Bom fim-de-semana 

 

P.S.: As fotos são todas minhas, por isso é que não têm direitos de autor. Se quiserem ver mais sobre a minha paixão pela fotografia, cliquem aqui.

Daquelas coisas #5 | As claras em castelo

Conversas de família.

"- Nunca me aconteceu outra... estava a fazer um bolo e não consegui bater as claras em castelo.

- A sério? Porquê? 

- Deve ser por causa desta afta que tenho aqui na boca.

- Mas isso não tem nada a ver.

- Eu já li em qualquer lado que se tu não estás bem psicologicamente ou fisicamente não consegues bater as claras..."

 

Isto é verdade? Já nem sei nada. Já vi de tudo hoje em dia. Deve ser por eu não fazer bolos, não percebo nada disto.

Three Billboards Outside Ebbing, Missouri | Opinião

Tendo ganho muito recentemente o Globo de Ouro de melhor filme dramático, "Three Billboards Outside Ebbing, Missouri" (Três Cartazes à Beira da Estrada, em português), é muito fácil para mim perceber o porquê deste filme ter vencido depois de o ter assistido. E que grande filme!

É um drama, mas com a sua vertente divertida, que faz com que o coração se envolva a cada minuto pelo enredo - que é sobre uma mulher (Mildred Haynes) que procura obter justiça pela violação e assassinato da sua filha. A protagonista aluga durante um ano três outdoors, para colocar três cartazes com mensagens que acusam o xerife da cidade de não encontrar o assassino da sua filha. Ao longo do filme acontecem uma série de coisas que fazem com que os habitantes e os polícias de Ebbing, Missouri se virem conta a protagonista. E já agora "Ebbing" não existe, eu sei isto, porque eu pesquisei no Google Maps e se o Google diz que alguma coisa não existe é porque não existe ok?

 

Como não estou a conseguir meter aqui no post o vídeo com trailer, aqui fica ele.

 

Sem querer dar spoilers a quem não viu o filme, posso dizer que é extremamente imprevisível. A certo ponto começamos a pensar que as coisas estão no rumo certo, mas no minuto a seguir tudo muda. E à medida em que o filme se vai desenvolvendo a pressão a que os personagens estão sujeitos é tão grande, que dá lugar a uma raiva insuportável e fica impossível lidar com tanta tragédia e sofrimento. O filme passa por uma montanha-russa de emoções. Num segundo estamos a rir às gargalhadas com um diálogo hilariante entre as personagens, e no outro segundo é como se tivéssemos levado um murro no estômago. São poucos os filmes que conseguem equilibrar o humor com a tragédia, mas o diretor e escritor Martin McDonagh soube fazê-lo muito bem. 

A protagonista Frances McDormand (que atua como Mildred Haynes) fez um brilharete e espero mesmo que lhe seja dado um Óscar. Interpretou cada aspeto de humor negro, cada fala de cinismo e sarcasmo com uma performance incrível. E, acima de tudo, conseguiu mostrar que nunca ninguém vai entender a dor pela qual ela passou - a dor de perder um filho da forma que perdeu. 

Também gostei muito da prestação do Sam Rockwell que interpreta o polícia Dixon, que é uma pessoa pouco paciente, muito nervosa e um tanto impossível ao longo de todo o filme. No entanto, na parte final vemos um Dixon mais calmo, mais maduro e preocupado não só consigo mesmo, mas com os outros.

O meu querido Woody Harrelson, que interpreta muito bem o chefe da polícia da cidade (personagem Bill Willoughby) também merece o meu destaque.

 

A frase que não me sai da cabeça: "This didn't put an end to shit, you fucking retard; this is just the fucking start. Why don't you put that on your Good Morning Missouri fucking wake up brodcast, bitch?" Mildred para a jornalista.

 

Three Billboard Outside Ebbing, Missouri é, para mim, um dos melhores filmes do ano. Com um final que não nos dá todas as respostas, mas consegue dar as suficientes para aprender alguma coisa. Por isso é que gostei tanto!

Confesso que ainda não vi nem metade dos filmes promissores deste ano, ainda me falta "The Shape of Water", "The Disaster Artist" e "The Greatest Showman", mas este é o meu favorito até agora e acho que vai ser difícil superar. E por isso, espero que os Óscares premeiem esta obra prima.

 

E vocês? Qual o vosso filme favorito deste ano? Também já vi "Lady Bird" e "Call Me By Your Name" e adorei!

O drama, o horror, as segundas-feiras

Para alegrar a vossa segunda-feira e este início de semana aqui vai disto.

 

"Um professor tinha um método universitário muito eficaz para passar ou não passar os alunos.

O professor pergunta: Abordo de um avião há 500 tijolos. Um dos tijolos cai. Quantos restam?

O aluno:

- Muito simples. Restam 499!

- Muito bem! Próxima questão: Como é que se coloca um elefante num frigorífico em três etapas?

- 1. Abrir o frigorífico; 2. Enfiar o elefante; 3 - Fechar a porta.

- Fantástico! Continuando: como é que se coloca um veado num frigorífico em quatro etapas?

- 1. Abrir o frigorífico; 2. Tirar o elefante; 3. Enfiar o veado; 4 - Fechar a porta.

- Você é realmente muito inteligente! Mais uma: o leão, o rei da selva, faz anos e resolve dar uma festa. Vieram todos os animais menos um. Qual?

- O veado. Porque continua no frigorífico. 

- Excelente! Sigamos... uma velhinha é capaz de passar num pântano cheio de jacarés enormes?

- Claro, professor. Os jacarés estão todos no aniversário do leão.

- Muito bem! Última pergunta. Para o 20! A velhinha passou pelo pântano vazio, mas mesmo assim morreu. O que é que aconteceu?

- Mmmmmmmmm... afogou-se?

- Não. Foi acertada pelo tijolo que caiu do avião. Falamos no próximo semestre!"

 

Boa semana a todos. 

Daquelas coisas #4 | O espaço e os comandos da televisão

Espero que desta forma percebam para onde vão os meus comandos da televisão. Quando digo que não sei do comando, não é brincadeira nenhuma. Quando eu ligo à minha mãe a perguntar onde é que ela meteu o comando, não é brincadeira nenhuma. Eu não sei como é que o raio do comando vai para o espaço, mas ele vai. E volta passado uns segundos.

O mesmo para as minhas pens que empresto a amigos e nunca voltam. Aposto que elas também fogem para o espaço. E os ganchos pretos do cabelo. E as molas da roupa. E todos os objetos que perdi ao longo destes anos. 

Quero ir até lá recuperar o que é meu. Este espaço é mesmo ladrão pá!

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Chamo-me Daniela. Pertenço ao grupo das pessoas que não gostam do primeiro nome. Tenho 23 anos.

Ainda não sou casada e não tenho filhos. Gostava de dizer que tenho três ou quatro discos de platina, mas não gosto de mentir.

Esta sou eu e este é o meu blog.

A minha playlist

Blogs de Portugal

O que estou a ler

Recordações

Vê também

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D